A ORAÇÃO DERRUBA MURALHAS

 

1 – Querida Igreja, a Bíblia nos mostra que os grandes homens de Deus, pela fé, venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões, apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fugida os exércitos dos estranhos. Através das suas orações, Deus operou grandes milagres, sinais e maravilhas. E hoje, não é diferente, o Deus que atendeu às orações de Abraão, Moisés, Josué e Elias é o mesmo que ouve e atende as nossas orações. Qualquer que seja o teu problema nesta tarde, clama ao Senhor com o teu coração humilde e contrito e Ele te responderá, por que:

 

Todas: A Oração derruba muralhas!

 

2 – Depois de atravessar o Jordão, o povo de Deus se deparou com Jericó. Cidade grande e fortificada e de povo experiente na guerra. Era praticamente impossível derrotá-la, pois sua muralha era alta e larga, tornando a cidade impenetrável. Aos olhos humanos daquela época os habitantes de Jericó não precisavam temer a nenhum ataque adversário. Mas o nome do nosso Deus, que tirou o seu povo do Egito com o seu braço estendido e a sua mão forte, já havia chegado ali e o coração daquele povo mau já estava derretido com cera diante dos filhos de Israel. E o Senhor disse a Josué que apenas rodeasse a cidade uma vez por dia durante seis dias e sete vezes no sétimo dia em silêncio.

 

3 – E durante aqueles seis dias o povo rodeou a cidade em silêncio. Quem olhava, não entendia nada, porque era mistério de Deus. Mas no sétimo dia, depois da sétima volta, Josué disse ao povo: Gritai. E todo o povo gritou com grande grita e o nosso Deus derrubou os muros de Jericó em frente aos filhos de Israel! Pois não há muro, nem barreira, nem gigante que o nosso Deus não possa derrubar. Ele é o que vai à frente do seu povo endireitando os caminhos tortos, quebrando as portas de bronze, e despedaçando os ferrolhos de ferro! Por isso, nele o crente deposita a sua confiança, pois Ele é a nossa luz e a nossa salvação, a força da nossa vida, a quem temeremos?

 

Todas: A Oração derruba muralhas!

 

4 – Certa vez, Daniel se encontrou muito aflito, pois entendeu que já era chegado o tempo de Deus tirar o seu povo do cativeiro. Quando Daniel começou a orar, Deus começou a agir através de seu anjo. E isso nos mostra o poder que tem a oração: Gabriel tinha recebido uma resposta para ser dada a Daniel assim que ele começou a orar. Mas as potestades do ar tentaram impedir a oração do servo do Senhor e assim se passaram três semanas. Mas Deus enviou a Miguel a pelejar contra o Príncipe da Pérsia e assim a resposta chegou a Daniel. Muitas vezes o inimigo se levanta para impedir a nossa vitoria, mas nós servimos ao Senhor dos Exércitos, o General dos Generais que nunca perdeu em batalha! Se a tua vitória está demorando, não deixa de orar, porque:

 

Todas: A Oração derruba muralhas!

 

5 – Por pregarem o evangelho, Paulo e Silas foram açoitados e lançados na prisão com os seus pés presos no tronco.  Mas perto da meia-noite, eles oravam e cantavam ao Senhor e de repente, sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e foram soltas as prisões de todos! E na vida o crente também é assim. Muitas vezes no encontramos em situações tão difíceis que parece que estamos encarcerados, não há saída em lugar algum, tão grandes são as angústias e aflições que nos cercam.  Mas o Deus que abalou o cárcere de Filipos é o mesmo de hoje que nós servimos e está presente aqui nesta tarde!  Ele é o que fala à terra e ela se derrete, quebra o arco, corta a lança, queima os carros no fogo e nos diz nesta tarde:

 

Todas: Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus, serei exaltado entre as nações, serei exaltado sobre a terra!

 

6 – E neste Círculo de Oração nós temos visto as muralhas caírem através das nossas orações. Salvação de almas, libertação, portas de emprego, curas, batismos, renovos, tudo isso tem acontecido porque o nosso Deus é grande, fiel e poderoso. Quando chegamos a este lugar com nossas almas aflitas, pois não vemos solução, ele se apresenta como um valente guerreiro e nos diz: “Não temas porque estou contigo; não te assombres porque sou teu Deus” e Ele nos esforça e nos sustenta com a sua mão direita. Por estamos felizes e agradecidas porque a sua mão forte e o seu braço estendido nos têm concedido a vitória. E continuaremos sempre orando, confiantes da vitória pois sabemos que:

 

Todas: A Oração derruba muralhas!

 

 

 

 

 

 

Ore, jejue, decore e compareça aos ensaios.

Sua dedicação – a garantia de sua participação. Sua participação – a garantia de Deus operar em sua vida!